Cliente satisfeito e bem tratado compra mais, principalmente em tempos de redução de gastos e concorrência acirrada. Por isso pequenas e médias empresas também vêm apostando mais em programas de fidelização. Não basta apenas oferecer preço. Em Setúbal, um exemplo é a Além do Pão. Com um programa que nasceu no início dos anos 2000 e que já acumula mais de 2,5 mil pessoas ativas, a delicatessen quer bater metas mais altas.

“Quanto mais gente tivermos cadastrada, mais vamos conseguir direcionar nossas ações, com descontos, convites, eventos, cartões de aniversário, sempre arrumando uma forma nova de fidelizar a clientela. Tem gente, por exemplo, que sempre está na loja, mas ainda não sabe que o programa existe, então podemos atrair mais cadastros. Tem grupos que tomam café da manhã na Além do Pão diariamente, é o ponto de encontro e conversas antes do trabalho”, explica Aurora Moura, responsável pelo relacionamento com o cliente.

Por isso, ela está cuidando de toda a organização do arquivo e implementando um novo fluxo de ação, coletando telefones e e-mails dos consumidores. É possível trocar pontos por diversos itens, de salgados e doces a pratos prontos. Os pontos valem por um ano. Basta preencher uma ficha e, em dois dias úteis, o cartão já pode ser utilizado.

Aurora sabe de cabeça o ranking dos clientes que mais compram. O número um é Seu Gentil e tem também Dona Letícia. O espírito de uma empresa familiar, que nasceu em 1998 e hoje conta com 90 funcionários, estende-se ao tratamento com o consumidor.

É pequeno ou médio empreendedor? O Sebrae dá dicas de como elaborar um plano de fidelização para sua empresa. Acesse aqui.

Quer sugerir pautas e ser colaborador(a) de Setúbal? Escreve para a gente: poraqui@jc.com.br.