Conhece alguma exposição que inaugura já com 300 visitas prévias? Esse é o número de alunos e estudantes que Renato Valle receberá na montagem de sua mais nova exposição até o domingo 31 de maio, data da abertura oficial da mostra, na Galeria Janete Costa, no Parque Dona Lindu, em Setúbal, na Zona Sul do Recife.

Intitulada Religiosidade e Política na Obra de Renato Valle, a expo traz a religiosidade sob um aspecto político e de ação social. “A religiosidade de que trato em minha obra não é a religião institucionalizada, mas, sim, sobre o verdadeiro sentimento de fraternidade e como isso toma ares de ação política no dia a dia”.

Entre suas obras, as séries Diálogo e Cristos e Anticristos ajudam a compor o cenário que conta com lonas pintadas, peças em acrílico e desenhos.

(foto: Suzana Souza/PorAqui)


A visitação programada de alunos é uma ação especial e parte da programação da exposição, que fica em cartaz até o dia 23 de julho.

“A ideia surgiu por acaso, quando, em uma exposição na cidade de Natal (RN), vários adolescentes fardados ficaram olhando de fora da galeria em que eu estava montando a peça. Então os chamei para participar da montagem e tive uma das experiências mais enriquecedoras da minha carreira”, conta o artista.

Nesta quinta-feira (25), Renato recebe um grupo de estudantes da Escola de Jovens e Adultos (EJA) e na sexta (26) recebe um grupo de 82 estudantes de uma escola do estado.

“A visitação serve também como forma de desmistificar o imaginário de uma galeria de arte. As pessoas muitas vezes têm medo de participar disso, então aqui é possível entender o que há por trás e se sentir parte da exposição”.

“Renato tem uma preocupação grande com o social. Muitas obras dele são fruto de oficinas e trocas que o artista realizou durante sua vida”, afirmou a curadora da exposição, Valquíria Farias. A obra Cachorro Morto foi idealizada e produzida durante uma oficina que o artista facilitou no Movimento Pró-Criança. As crianças participaram da pintura e puderam ver de perto o processo de criação.

(foto: Suzana Souza/PorAqui)

A EXPOSIÇÃO

A exposição da Janete Costa contará ao todo com 30 obras, entre desenhos, objetos e instalações, do acervo do MAMAM e de coleções particulares, que serão distribuídas pelo salão principal e mezanino da galeria. Sua concepção parte, inicialmente, da série de cinco mil desenhos produzida por Renato Valle entre 2003 e 2005, intitulada Diários de Votos e Ex-votos

Marcando um momento crucial da produção do artista, os desenhos dessa série foram exaustivamente elaborados como um exercício existencial de busca de liberdade. “Ao mesmo tempo em que enfatizam a espiritualidade dele, os desenhos são como uma escritura leve de pequenas engrenagens, ligando partes do corpo humano, minuciosamente construídas em cima de certos valores religiosos que incomodam Renato”, pontua a curadora da mostra, Valquíria.

As visitas educativas serão oferecidas até este sábado (27) e devem ser marcadas pelo e-mailagendamentojanetecosta@gmail.com. Mas quem quiser fazer uma visitação com a presença de Renato Valle pode agendar na galeria. O artista estará presente durante toda a exposição.

RENATO VALLE: BIOGRAFIA

Nascido no Recife, em 1958, Renato Valle começou como autodidata em 1976 e em 1979 passou a se dedicar exclusivamente às artes visuais. Participou de cursos de desenho, pintura, gravura e história da arte; com Andrea Moreira, Flávio Gadelha, Gil Vicente e Laura Buarque, fundou o jornal mensal Edição de Arte (1988-1990); foi diretor técnico da Oficina Guaianases de Gravura (1993 -1995). Realizou várias exposições individuais e coletivas em museus, institutos e galerias de arte; foi contemplado em salões e editais de artes visuais com premiações, projetos de exposições, oficinas, residências artísticas, pesquisas e publicações, por instituições e programas como o Funcultura (Fundo estadual de cultura), SIC (Sistema de Incentivo à Cultura), Programa BNB de Cultura, Funarte, SPA das Artes e CCSP (Centro Cultural São Paulo).

Galeria Janete Costa
(81) 3355-9825
Qua. a Sex., das 12h às 20h
Sáb. e Dom., das 14h às 20h