Você sabia que Setúbal foi a primeira estação do PorAqui? Em meados de julho de 2017 nossa estação primogênita completou um aninho de idade e já contou mais de 500 histórias nesse período. Em 2017, vivemos personagens, histórias, aberturas de empreendimentos, ações de moradores… Vem com a gente relembrar de tudo que rolou no bairro neste ano aos olhos do PorAqui! ?

5 coisas que só quem é de Setúbal entende

Locais pra fazer a economia do bairro girar

Foto: Madá e Seus Biscoitinhos/ acervo pessoal

Apesar da economia brasileira não ir de vento em popa, Setúbal recebeu diversos novos empreendimentos e fez jus ao manifesto do PorAqui. Como não lembrar do primeiro açougue vegano do nordeste, localizado aqui no bairro? ?

Já falando em girl power, teve história bonita como a de Heliane Garcia e seu Garuda Yoga. E como esquecer das mulheres que empreendem com as mãos? Alice Shamá, Camila Crichigno e Jacqueline Pomme nos ensinaram a ser mulher, artesã e empreendedora de sucesso, tudo junto e misturado. E a história da nossa pequena Madá, que faz seus biscoitinhos amanteigados e tão cedo demonstra paixão pelo empreendedorismo?

Isso sem se esquecer das mulheres que já estão no bairro há mais tempo, como Silvia, com seu food truck badalado, e Etiane Lisboa, com suas customizações carnavalescas. Só mulher arretada nesse bairro. ??

Teve também novo espaço de terapias holísticas, casa de presentes inaugurando, hostel fazendo aniversário… Isso sem falar da gastronomia do bairro, mas pra falar disso, vamos ao próximo tópico. ?

Polo gastronômico? É em Setúbal, boy

Foto: Ubuntu Cozinha Coletiva/divulgação

2017 foi o ano que todo setubense entendeu que realmente não precisa mais sair do bairro. Procurando comida boa, gostosa e barata? Tem por aqui.  Esse ano teve de tudo e mais um pouco no nosso bairro quando falamos de gastronomia. O primeiro food park do bairro? Teve. Lista de comidinhas sobre rodas? Teve também. ???

Teve croissant famoso completando um ano de Setúbal (e sucesso), teve cozinha coletiva sendo aberta e teve até a desgourmetização do bairro com uma listinha de galetos famosos (e deliciosos).

Isso sem falar dos microemprendedores do bairro. Gente que cozinha pensando em eventos especiais como Páscoa e Natal, e traz aquele toque familiar às comidinhas. ?

Histórias, pessoas, personagens 

Foto: Suzana Souza/PorAqui

Se tem uma coisa que é a cara do PorAqui é contar história das pessoas do nosso bairro. Algumas icônicas, como o vendedor por trás do jingle que todo setubense de raiz escuta diariamente: “economize comprando, compre economizando”.

Teve também o lado artístico do nosso bairro. O teatro pernambucano de Setúbal devidamente representado por Lua Rabelo e Alexandre Guimarães. A arte da escrita representada por Luca Rodrigues e seu primeiro livro aos 20 anos. Além de Lu Rabelo, que lá no começo do ano abriu as portas de casa pra gente e contou sua trajetória entre música, jornalismo e ativismo.

Isso sem falar das lembranças do nosso bairro… O surf na praia dos anos 80 e 90, nossos velhos amigos porteiros, a febre do vôlei de praia e do bicicross

E não podemos esquecer que Setúbal foi super bem abastecido nesse quesito muito pela ajuda dos nossos colaboradores e moradores do bairro. Fica aqui nossa homenagem e carinho aos nossos queridos Diego Garcez e Nadezhda Bezerra, que nos ajudaram ativamente a enxergar Setúbal de outras formas: obrigado, obrigado, obrigado. ❤

Viva o nosso bairro! Moradores e ações 

Foto: Los Perros/divulgação

E não podíamos esquecer daquilo que é a cara de Setúbal: a união dos moradores, as ações coletivas e os eventos de rua. Em 2017 tivemos muito carnaval em fevereiro, com os blocos já queridos e conhecidos como o Amantes de Biana, o Bulindo no Caldinho e o Piscô Lascô. ??

O Setúbal Literário também marcou presença no bairro com duas edições este ano e atrações para a criançada, além da tradicional troca de livros. E não dá pra esquecer do Setúbal Festival, figurinha carimbada nas férias do bairro.

Mais pro fim do ano teve ação que incentivou a limpeza das ruas do bairro, teve ação de pintura de faixa de pedestre e lombadas… E já no finzinho do ano, a polêmica: Setúbal pode mesmo virar bairro?

gif: Suzana Souza/PorAqui

Por fim, eu, Suzana Souza, conteudista de Setúbal, moradora do bairro desde criancinha e entusiasta assumida do PorAqui, não poderia deixar de fazer minha homenagem à essa equipe massa que convivo todos os dias. Obrigada à todo mundo da nossa plataforma que faz esse conteúdo girar e chegar até os leitores.

Vida longa às ações em Setúbal, vida longa aos moradores, empreendimentos, histórias não contadas e já contadas. Vida longa ao PorAqui.

Nos veremos muito ainda em 2018, então simbora, boy, que o ano que vem é pauleira. ❤