O jornal de bairro evoluiu. Com tanta informação dos bairros disponível de forma desorganizada, o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação, em parceria com a startup recifense XARX, aceita o desafio de dar um novo sentido à notícia que é mais importante para você: a que acontece do seu lado. O PorAqui, lançado hoje, é mais que um simples jornal de bairro, é uma rede social colaborativa de notícias hiperlocalizadas. A missão é fornecer conteúdos específicos e personalizados de acordo com a localização do usuário, fáceis de achar, geolocalizados e categorizados, por meio de qualquer dispositivo.

A tecnologia do PorAqui é a plataforma TRIX (trix.rocks), desenvolvida e operada pela XARX (xarx.co), startup do Porto Digital que tem Sílvio Meira como mentor e a IKEWAI como investidora. A plataforma automatiza o processo de criação de apps e redes voltadas para produção, gestão e distribuição de conteúdo digital como texto e mídias na forma de redes sociais de notícias. Através de TRIX, é possível criar blogs, podcasts, jornais digitais, portais corporativos e seus próprios aplicativos iOS, Android e Web em questão de minutos.

O projeto do PorAqui, gratuito e desenvolvido para Android e iOS, começa por Setúbal. Foi lá onde nos debruçamos nos últimos meses, conhecendo moradores, empresas, serviços públicos e a vida que pulsa em cada esquina. Porque sabemos que os dispositivos digitais facilmente te levam ao noticiário do mundo inteiro, mas falta quem localize acontecimentos e informações relevantes de sua rua, seu local de trabalho e ambiente de diversão. O PorAqui nasce com quase 100 textos produzidos nessa ótica.

O foco é empoderar pessoas e compartilhar histórias. Profissionais do JC vão produzir notícias em colaboração com moradores dos bairros, sem perder a credibilidade. “PorAqui é uma forma de vivermos a cultura das startups, grande motor da economia digital. Esta é a ideia: ter, dentro de um grupo tradicional como o Sistema Jornal do Commercio, a cultura digital, em que a gente aprende fazendo”, comemora a diretora adjunta de conteúdo digital do SJCC, Maria Luiza Borges.

“Temos o grupo de comunicação mais importante e relevante do Nordeste usando uma tecnologia inovadora para criar uma rede de informação e interesse das pessoas com característica hiperlocal”, enfatiza Silvio Meira. “A ideia é usar o celular, tão presente na vida das pessoas, para criar uma proximidade entre o criador de conteúdo e seu cliente”, detalha um dos desenvolvedores, Misael Neto.

“Com a parceria podemos transformar a entrega da notícia. É a informação ideal, no lugar exato, para o usuário certo”, resume o outro responsável pelo projeto, Rafael Gama. “Fazer jornalismo hiperlocal é comprovar que, em cada bairro, cabe um mundo. O sucesso do PorAqui está nas ferramentas inovadoras da TRIX e na interação com o usuário, construindo em conjunto o que realmente importa para ele”, avalia Raíssa Ebrahim, jornalista responsável pelos conteúdos do PorAqui.

Cadastre-se e comece a usar. Essa é uma comunidade de aprendizagem colaborativa, por isso é importante que os participantes ajudem-se mutuamente. Quer sugerir pautas e ser colaborador de Setúbal? Escreve para a gente: poraqui@jc.com.br.

PROMOÇÃO

Neste domingo (29), acontece a primeira edição do Setúbal Bebe Local, que vai reunir, na Rua Dr. Luis Inácio Pessoa De Melo, próximo ao cruzamento com a Sá e Souza, mais de 15 cervejarias artesanais locais, cinco food trucks, bancas de artesanato, música ao vivo e área infantil. Será a partir das 14h. Quem comanda o som é a banda Má Companhia, de rock n' roll, a partir das 17h. Antes, rola discotecagem de vinil para ir esquentando.

O PorAqui estará no evento divulgando a novidade junto aos moradores e visitantes e fechou uma parceria com sete cervejarias. As primeiras 40 pessoas a compartilharem no Facebook esta matéria sobe o lançamento oficial da plataforma ganharão um voucher para trocar por uma cerveja.

Confira as marcas participantes da brincadeira

Babylon

Cervejaria cigana que produz na fábrica da Norbev, no Ibura. O primeiro fruto é a Babylon German Lager, que homenageia a escola alemã, com padrão de alto nível para nenhum alemão sentir saudade da sua terra natal.

Capunga Craft Beer

Produz dois tipos de cerveja: American Lager e American Pale Ale. O nome homenageia a região do Recife onde os sócios viveram praticamente toda a vida. Foi no local que surgiu a primeira cervejaria de todas as Américas, em 1640, fundada por Maurício de Nassau e comandada pelo cervejeiro holandês Dirc Dicx.

Cê Veja

Beer bike que leva ao público de rua cervejas artesanais de boa qualidade promovendo descontração pelas ruas dos bairros de Setúbal e Boa Viagem.

La Ursa

Cerveja artesanal feita em Olinda e que nasceu no Carnaval de 2015. Trabalha com saison, pale ale, dark ale e hafeweizen.

MozirBeer

Nascida em 2014 para produzir cervejas com uma pegada diferente, sempre buscando novas combinações. Produz a Saison e a MozirBeer Red Ale.

Patt Lou

Surgiu em Vitória de Santo Antão a partir das experiências de Patrícia & Luiz, no movimento conhecido como Home Brew, ou seja, fazer cerveja em casa.

Weissdorn

Criada por três amigos, a cervejaria artesanal é fruto de uma parceria criativa entre apaixonados pela arte cervejeira.

7 Peles

Cerveja artesanal com sete tipos: Weiss, Blonde, Stout, Ipa, Apa, Wit e Red Ale. Busca criar receitas originais, sempre envolvendo histórias míticas, personagens e lugares fantásticos e fantasiosos com notas de aroma, sabor ou amargor conectadas a esse conceito. Tudo feito em casa.

LEIA TAMBÉM

Primeira edição do Setúbal Bebe Local acontece neste domingo (29)