Tem programação do Parque Dona Lindu de hoje (sábado, 12) até terça (15) para quem estiver a fim de curtir o fim de semana e a folga (prolongada para alguns). Confira as atrações:

SÁBADO (12) E DOMINGO (13): 12º Festival de Circo do Brasil – Circo Zanni (SP)

O Circo Zanni trará ao Recife um espetáculo de variedades. Tem direção artística de Domingos Montagner e direção musical de Marcelo Lujan. Elegância, romantismo, humor, citações, paródias e auto-ironias são aspectos presentes no espetáculo, que possui números aéreos, de acrobacia, equilíbrio, magia, além, é claro, de palhaço. 

A dinâmica do espetáculo aprofunda a ideia do Zanni tratar o circo como sua casa, com um cenário de uma casa aberta e a visão do público cujo palco é sua extensão, o seu quintal. Os circenses contemporâneos celebram a convivência com a arte em seu cotidiano, de forma simples. 

A banda formada por todo o elenco é um dos grandes destaques do show. Imprimindo o ritmo das cenas, executam ao vivo as músicas de todos os números, pontuam as gags e reforçam as piadas, permanecendo todo o tempo em cena.

  • Serviço
  • Teatro Luiz Mendonça – Parque Dona Lindu – (81) 3355.9821
  • 12 de novembro (sábado): 16:30h e 18:30h (duas apresentações)
  • 13 de novembro (domingo): 16:30h (única apresentação)
  • Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia), na bilheteria do teatro ou em www.compreingressos.com/festivaldecircodobrasil
  • Informações (81) 3441.1241 ou festivaldecircodobrasil@gmail.com (Luni Produções)
  • Programação completa: www.festivaldecircodobrasil.com.br

DOMINGO (13): Ilumina Recife

A partir das 17h, o projeto Ilumina Recife reúne-se pela segunda vez na área externa do Parque Dona Lindu para entoar mantras e promover danças circulares, com a facilitadora Carol Lobo. A ideia, explica o grupo, é compartilhar harmonia, paz e amor, com canções de composições próprias e também de terceiros, a exemplo da música Felicidade, de Marcelo Jeneci

O Ilumina Recife nasceu no Rio de Janeiro, foi para São Paulo e agora acontece também no Recife. Já passou pela Praça de Casa Forte e pelo Parque da Jaqueira, ambos na Zona Norte, e acontecerá pela segunda vez no Dona Lindu, Zona Sul.

Os organizadores pedem para que os participantes levam cangas e instrumentos musicais. O evento dura em torno de 2h. Haverá distribuição dos cantos para as pessoas acompanharem as letras. 

TERÇA (15): A Palo Seco – Cia. de Flamenco Karina Leiro

Que laços culturais e afetivos existem entre Pernambuco e a região espanhola da Andaluzia? A Cia. de Flamenco Karina Leiro apresenta essa relação no espetáculo A Palo Seco, inspirado no poema homônimo de João Cabral de Melo Neto, reunindo teatro, dança e poesia.

A Palo Seco é formado por sete cenas: O canto a palo seco; Rezas; Milho; Arrecifes; Aborto; Flor do Sertão; e Lágrimas do Sertão. Juntas, mostram o drama de sete mulheres e um homem na imensidão das terras sertanejas durante os anos 30. "A temática é a relação familiar. Brigas, amores, apegos e desapegos, sonhos e frustrações", explica um dos diretores gerais do espetáculo, Emmanuel Matheus, que também assina roteiro e concepção cenográfica.

A Palo Seco é encenado com música ao vivo, tendo Mek Natividade no cajón e percussão, Lucas Almeida no violoncelo e guitarra flamenca e Diego Zarcon no cante. A direção musical é de Eduardo Bertussi, também à frente da guitarra flamenca. Todos os bailaores em cena também são personagens que encarnam mulheres e homens sertanejos. Durante pouco mais de uma hora, serão apresentados seis palos, como são chamados os diferentes bailes flamencos: Martinete, Seguiriya, Sevillanas, Soleá, Tientos e Tanguillos.

As alunas e alunos da Cia Karina Leiro Studio abrem a noite com a apresentação da mostra Flamencura, que inclui os palos Tangos de Málaga, Farruca, Tangos  de Granada, Sevillanas (uma delas com castanhola) e Alegrías.

  • Serviço
  • A Palo Seco e Mostra Flamencura
  • Teatro Luiz Mendonça
  • 15 de novembro de 2016 (terça-feira, feriado de Proclamação da República)
  • 19h
  • R$ 40 (estudantes, professores e idosos pagam R$ 20)
  • Vendas e informações: Rose Hans (81) 9.8611.2595

E MAIS: Segunda (14) na praia: igual à superlua desse dia só em 2052

Sugestões de pauta e colaborações em Setúbal? poraqui@jc.com.br.

LEIA TAMBÉM

Luiz Mendonça recebe três espetáculos do 18º Festival Recife do Teatro Nacional