Colaboração de Carlos Machado

Vai fazer um ano que moro na Rua Izabel Magalhães e, desde o início, existe um grande vazamento de esgoto em frente ao nº 51. O administrador do edifício já tentou resolver o problema diversas vezes, sem sucesso. 

O pessoal do prédio costuma colocar areia no local para tentar barrar a água suja, mas, sempre que chove, o esgoto se espalha. O cheiro é horrível, muitas crianças passam pelo local.

Retorno – O PorAqui entrou em contato com a Empresa de Manutenção e Limpeza Urbana (Emlurb) e com a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa). A Emlurb informou que fará uma verificação no local no início desta semana. A Compesa, por sua vez, recebeu a demanda e está analisando o caso para dar retorno.

LEIA TAMBÉM

Conheça o projeto que quer criar a Vila Sá e Souza

A pedido de moradores, Compesa detalha obra em Setúbal

Obra da Compesa interdita parcialmente ruas em Setúbal a partir desta segunda

Entrada do centro de saúde Djair Brindeiro tomada pelo esgoto

Sistema transborda e alaga Rua Dr. Luiz Inácio Pessoa de Melo