O Coletivo Afronte realiza hoje, a partir das 17h30, a roda de diálogo Africanidades e Negritudes Brasileiras: O que a colonização não conseguiu exterminar?, no Centro de Artes e Comunicação da UFPE, na Cidade Universitária.

O evento pretende socializar aspectos em comum entre o Brasil e o continente africano, sobretudo os culturais. A roda de diálogo vai contar com a presença do antropólogo Gilson Rodrigues Jr, que estuda as ações humanitárias na África.

Rodrigues Jr. esteve durante seis meses realizando estudos de campo em Dakar, capital do Senegal, e irá dividir pontos da sua pesquisa e da experiência no local.

O Coletivo Afronte procura discutir questões relacionadas à presença negra na Universidade Federal de Pernambuco, buscando o empoderamento desses alunos e a ocupação de espaços. A roda de diálogo será realizada no miniauditório 01 do Centro de Artes e Comunicação (CAC-UFPE) e a entrada é gratuita.


O jornal de bairro evoluiu. No PorAqui, você encontra estações de conteúdo hiperlocal e colaborativo.

Para baixar o aplicativo: Android e iOS

Sugestões e colaborações: varzea@poraqui.news ou (81) 98173-9108 (WhatsApp)