Chega a soar redundante a gente falar sobre a responsabilidade dos pais em relação a seus filhos, mas a realidade, muitas vezes, é que alguns deles não exercem a função como deveriam. Com o Dia dos Pais chegando, vale pensar melhor: qual o papel da figura paterna na criação dos filhos? Afinal, ser pai não é só gerar, né?

Há estudos que falam da importância do pai ser presente e participar ativamente do desenvolvimento dos filhos. Claro, isso não quer dizer que quem não tem o pai por perto não vá ser feliz, mas a vivência e as pesquisas mostram que quem tem, tem mais chances de um melhor desenvolvimento.

LEIA TAMBÉM:

Dia dos Pais comemorado com gincana, música e roda de conversa no Parque Santana

“A participação do pai é importante em diversos momentos. Sabemos que as gestantes têm mais probabilidade de fazer todo o pré-natal quando são acompanhadas nas consultas, por exemplo”, comenta Mariana Azevedo, coordenadora geral do Instituto Papai, entidade que atua prioritariamente com homens e sobre masculinidades, contra todas as expressões do machismo.

“Na infância, as crianças que têm maior atenção do pai recebem mais cuidados e podem se desenvolver mais rápido, porque recebem estímulos de pessoas diferentes”, acrescenta.

Bom para a criança, bom para o pai

Mariana também destaca os benefícios para os próprios pais. “É provado que eles ganham mais qualidade de vida, passam a se preocupar mais com a saúde e relatam também sentir mais prazer”, diz.

Em pesquisa recente realizada pelo Instituto Papai com homens com filhos com idade até 13 anos, 60% dos entrevistados afirmaram ser a mulher que se envolvia com os cuidados da criança diariamente. Menos de 25% deles tinham atividades frequentes relacionadas com os filhos, como colocar pra dormir, dar banho, acompanhar na escola, nas consultas médicas e ajudar nas tarefas escolares.

“Isso passa também por uma questão cultural, em que as mulheres cresceram acostumadas a fazerem as tarefas de casa desde criança, enquanto a maioria dos homens cresceu sem essa responsabilidade”, analisa. “A gente tem encontrado alguns avanços tímidos nessa questão”, completa.

Homem também cuida

Neste sábado (11), véspera de Dia dos Pais (12), o Instituto Papai, o grupo Gema/UFPE e o Espaço Agroecológico da Várzea promovem uma roda de conversa sob o tema Homem também cuida!, ação articulada à data comemorativa e à campanha Paternidade: desejo, direito e compromisso. Será às 8h, na Praça da Várzea, e é gratuita e aberta a todas as pessoas interessadas.

O Instituto Papai tem trabalhado em três níveis. No primeiro, ele atua no pensamento das pessoas; no segundo, aborda a prática nas instituições apontando para a necessidade de uma  licença paternidade mais longa e de liberação para presença do pai em consultas médicas e reuniões na escola; no terceiro nível, destrincha a cultura que acostumou  meninas a se responsabilizarem por tarefas domésticas.

Roda de conversa Homem também cuida!
📍Praça da Várzea –
Av. Afonso Olindense, s/n, Várzea, Recife – PE
📆 11 de agosto, sábado, às 8h
💰 Evento gratuito

Espaço agroecológico da Várzea
📍Praça da Várzea – Av. Afonso Olindense, s/n, Várzea, Recife – PE
📆 Todos os sábados, das 7h às 10h