Neste sábado (24), o Instituto Ricardo Brennand, na Várzea, Zona Oeste do Recife, retoma o projeto Peça a Peça e realiza a primeira edição de 2018, com o tema Diálogo entre a Arte e a Arqueologia.

As obras que serão analisadas são do italiano Antonio Canova, artista do século XIX cuja produção foi influenciada pelo antiquarismo, por pesquisas arqueológicas e pela estética classicista.

Descubra uma biblioteca aberta com 60 mil títulos de artes e história na Várzea

Para esta 112ª edição do Peça a Peça, as obras selecionadas serão a Vênus com duas Graças, As Três GraçasCupido e Psiquê. A programação começa às 14h30, com o bate-papo com a professora e arqueóloga Daniela Cisneiros, mediado pelo educador Eduardo Lira. Já às 15h30, será realizada a performance Vulto Redondo com o arte-educador Ziel Mendes e Eduardo Lira.

O Peça a Peça é um programa mensal que acontece sempre na tarde do último sábado de cada mês, em busca de debater as obras do acervo do museu. As atividades estão inclusas no valor do ingresso – R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia) -, mas as inscrições devem ser feitas previamente através do e-mail formação.oficinas@institutoricardobrennand.org.br.

Peça a Peça – 112ª Edição
Alameda Antônio Brennand, Várzea, Recife – PE
24 de fevereiro, sábado
A partir das 14h30
Ingresso: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia – Pessoas com deficiência, estudantes, professores e idosos acima de 60 anos mediante documentação comprobatória)
Inscrições: formação.oficinas@institutoricardobrennand.org.br
Informações: (81) 2121.0352/ 0365