Uma Instituição de Longa Permanência para Idosos localizada no bairro da Várzea, na Zona Oeste do Recife, foi interditada nesta quinta-feira (11), após fiscalização de representantes da Secretaria Estadual de Justiça e Direitos Humanos. 

No abrigo, que não teve o nome divulgado para preservar os moradores, são atendidos 17 idosos. De acordo com a secretaria, os agentes fiscalizadores identificaram "irregularidades que colocam em risco a integridade física e emocional dos idosos". 

Agora, a instituição tem até 30 dias para encerrar as atividades e comunicar os familiares dos moradores que os idosos serão transferidos para outras instituições.

A interdição foi realizada por meio de uma ação integrada entre o Centro Integrado de Atenção e Prevenção à Violência Contra a Pessoa Idosa (CIAPPI), a Secretaria Executiva de Direitos Humanos (SEDH), o Procon, a Vigilância Sanitária da cidade do Recife e o Ministério Público de Pernambuco.

"São contratos com valores não isonômicos, ou seja, pessoas que pagam R$ 1 mil e outras que pagam R$ 2,5 mil pela mesma acomodação. Não há nenhum critério. Também há deficiência do acompanhamento médico e nutricional dos idosos, medicamentos e alimentos vencidos. Também encontramos idosos com indícios de maus tratos, situação que será apurada pela Delegacia do Idoso", detalhou o secretário-executivo de Direitos Humanos, Eduardo Figueiredo.

Fiscalização – De acordo com a secretaria, o CIAPPI fará o monitoramento e acompanhamento para o processo de transferência dos idosos para outras instituições, ao longo dos próximos 30 dias. "Precisamos assegurar a integridade física e emocional dessas pessoas", defendeu a coordenadora do centro, Sandra Jucá.

As informações são do JCOnline


O jornal de bairro evoluiu. No PorAqui, você encontra estações de conteúdo hiperlocal e colaborativo.

Para baixar o app e espalhar pros vizinhos: Android e iOS

Sugestões e colaborações: varzea@poraqui.news ou (81) 98173-9108 (WhatsApp)