Após cerca de 40 dias, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) informou que a distribuição de água nos bairros da Várzea e Cidade Universitária (CDU) foi retomada na manhã de hoje (quinta-feira, 30). A previsão é que o abastecimento de toda a área seja normalizado até o fim do dia.

Segundo moradores da área, a água da região começou a faltar antes do Carnaval, no dia 23 de fevereiro. O problema afetou o dia a dia da comunidade, dos estabelecimentos da região e até das aulas na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), prejudicando o atendimento ao público no Departamento de Odontologia.

Em nota, a Compesa afirmou que o problema foi causado por dois vazamentos e uma válvula defeituosa, já reparados. Durante dias, foram realizadas inspeções na rede de distribuição, verificação de válvulas e registros, além de pesquisa de vazamentos.

Sem água há 36 dias, Joice Paixão, proprietária do restaurante Da Chita, na Av. Acadêmico Hélio Ramos, passou por maus bocados para manter seu estabelecimento funcionando durante o período.

“Durante todo esse tempo, precisei comprar água mineral para cozinhar e contei com a ajuda do poço do vizinho para lavar pratos e utensílios. Na minha casa, aqui perto, não tem uma gota d'água, tenho que tomar banho na casa de amigos. Foram tantos dias carregando baldes que acabei com dor na coluna e estou tendo que trabalhar à base de relaxante muscular”, afirma.

Segundo Joice, as tentativas de contato com a Compesa foram inúmeras. “Uma atendente chegou a dizer para um vizinho ‘comprar uma cisterna que a água não ia mais voltar’. Chegamos a fazer reclamações na ouvidoria, mas não houve resposta”, lembra. A Compesa não se pronunciou sobre esse episódio.

Joice disse que hoje começou a sair uma água turva da torneira da rua, onde antes não havia água.

Também moradora da Av. Acadêmico Hélio Ramos, a dona de casa Margarida Melo relatou que o problema não foi só na localidade. “A minha neta estuda na Escola Estadual Cândido Duarte, na Praça da Várzea, e estava largando duas horas antes do horário por conta da falta d’água”, afirma.

Em nota, a Diretora da Gestão Ambiental da UFPE, Fátima Xavier, afirmou que, nesta sexta-feira (31) pela manhã, haverá uma reunião com a Compesa para averiguar os problemas na rede de abastecimento que atingiu o bairro da Várzea e partes do Campus Recife, como o Centro de Ciências da Saúde (CCS).

Além das avenidas no entorno da universidade, as comunidades do Campo do Banco e Sete Mocambos foram atingidas pela falta de água.

Tem uma denúncia? Envie seu problema pra gente! O PorAqui é uma plataforma colaborativa.   


O jornal de bairro evoluiu. No PorAqui, você encontra estações de conteúdo hiperlocal e colaborativo.

Para baixar o aplicativo: Android e iOS

Sugestões e colaborações: varzea@poraqui.news ou (81) 98173-9108 (WhatsApp)