O Centro de Convenções da Universidade Federal de Pernambuco e a Concha Acústica, no Campus Recife da Cidade Universitária, e a Faculdade de Direito do Recife, no Centro, vão passar por reformas e recuperações estruturais.

É o que indica o encontro do Ministro da Educação, Mendonça Filho, e do Reitor da UFPE, Anísio Brasileiro, nesta sexta (23), na Fundação Joaquim Nabuco, às 11h. Na ocasião, será assinada a ordem de serviço dos equipamentos do Campus Recife e liberada a verba para a restauração na Faculdade de Direito. As ações, somadas, vão custar R$ 20 milhões, com verba do Ministério da Educação (MEC).

As reformas no Cecon e no Conjunto Arquitetônico da Concha Acústica da UFPE, em sua 1ª etapa, incluem a ampliação da concha, além da construção do parqueamento – conjunto de acessos para veículos e pedestres, inclusive estacionamento. O valor total contratado para a obra é de R$ 13.989 milhões.

Já os trabalhos na FDR contemplam a restauração do prédio, que chega à 1ª parte da 5ª etapa, com valor estimado em mais de R$ 6 milhões. Serão realizadas obras nas coberturas, cúpulas, forros e fachada. Segundo a UFPE, o atual projeto atualiza e complementa os projetos executivos produzidos nos anos de 2004 e 2010.