Um protesto na Av. Afonso Olindense fechou a via no fim da manhã desta terça-feira (7). Um grupo de vigilantes terceirizados que atua nas escolas da rede estadual se reuniu em frente à sede da Secretaria de Educação do Estado (SEE), na avenida, para reivindicar salários atrasados.

Os vigilantes são ligados à empresa BBC Vigilância e Serviços, com sede no bairro de Afogados, que terceiriza o serviço para a Secretaria de Educação. Segundo o vigilante Alexandro Vieira, o grupo está sem receber salário há dois meses, além de FGTS, vale-transporte e vale-alimentação.

O protesto teve início no bairro do Pina, durante a manhã, nas proximidades da Secretaria de Administração de Pernambuco. Com a informação de que a Secretaria de Educação iria dialogar, o protesto no Pina foi encerrado e o grupo se dirigiu para a sede, na Av. Afonso Olindense, onde uma comissão representando os vigilantes foi recebida. 

Em nota, a SEE informou que está dentro do prazo de pagamento junto à empresa e que a obrigação contratual junto aos funcionários é da BBC Vigilância e Serviços. A secretaria informou também que está cobrando e negociando com a empresa o pagamento dos vigilantes.


O jornal de bairro evoluiu. No PorAqui, você encontra estações de conteúdo hiperlocal e colaborativo.

Para baixar o aplicativo: Android e iOS

Sugestões e colaborações: varzea@poraqui.news