“O reggae é a minha vida”. É assim que Leonardo Silva (ou Jah Leo, para os mais íntimos) define sua relação com o gênero de Bob Marley quando questionado sobre a importância da música do início da sua trajetória até a criação do Leão Conquistador, projeto que vai estreiar oficialmente no próximo dia 23 de setembro, na Praça da Várzea (Pinto Dâmaso), no bairro da de mesmo nome da Zona Oeste do Recife.

LEIA TAMBÉM:

Estátuas guardam templo de artes e esculturas na Várzea

Sarau da Boa Vista: cultura, inspiração e resistência no Centro do Recife

Fundador, seletor e operador (como ele mesmo se intitula) do projeto Leão Conquistador, Leo e mais três amigos já promovem periodicamente eventos em homenagem ao reggae no bairro de Setúbal, Zona Sul do Recife. A novidade agora é que o SoundSystem que o grupo estava construindo foi concluído, após dois anos de trabalho.

(foto: Leão Conquistador/divulgação)

“A ideia é descentralizar o reggae do Centro da cidade”, afirma Leo, que também é empreendedor em um dos mais importantes sites de venda de vinil do Brasil, o SubCultura.

O projeto Leão Conquistador vai muito além de uma iniciativa em prol do reggae: a proposta é pioneira ao trazer a Cultura Sound System para o Recife. Como funciona? Tudo é feito pelas mãos dos quatro integrantes do projeto: do sistema de som e amplificadores à estrutura das festas e discotecagens em vinil.

Sound System

A Cultura do Sound System nasceu na Jamaica, capital mundial do reggae. É um movimento que tem como mote a mão na massa e o faça você mesmo: nada de dependências externas para criar seu som.

“Aqui na cidade, a maioria das produtoras não procura investir no reggae para que surjam novas iniciativas. Com o sistema de som, queremos transmitir a todos que é possível produzir nossas próprias iniciativas e não ter que ficar esperando a vontade do capital”, afirma Leo. Ou seja, o projeto engloba também uma produtora para novos nomes do reggae brasileiro.

No grupo, os quatro rapazes se revezam em todas as atividades: Leonardo Silva é o fundador, seletor e operador; Thiago Domingos cuida da estrutura e manutenção do som; Edwan Roots auxilia na montagem dos equipamentos e também tira um som no microfone; e, por fim, Fernando Bessoni cuida da pequena lojinha com vinis, camisetas e acessórios que o grupo monta nos eventos.

No canal do YouTube do grupo é possível acompanhar vários processos da criação dos sistemas de sons. Leo conta que ainda tem que se dividir entre o trabalho em uma empresa de tecnologia da informação e o projeto, mas o objetivo é conseguir tirar seu sustento da produtora.

“Vejo no projeto uma forma de realizar uma vontade minha e de mais um monte de gente. Desde outras pessoas envolvidas na cultura sound system até a galera que compõe reggae no Brasil”, diz.

A estreia do Leão 🦁

A estreia oficial do Leão Conquistador vai rolar no dia 23 de setembro, a partir das 15h, na Praça Pinto Dâmaso, bairro da Vázea, Zona Oeste do Recife. Agora, com o Sound System completamente concluído, a galera promete uma festança totalmente gratuita com mais de 6h de reggae.

Na ocasião, quem quiser pode levar sua bebida e comida, mas o grupo terá à venda algumas guloseimas e cervejas. O lucro ajuda na manutenção do projeto. Pra ficar ligado na agenda do Leão Conquistador, basta curtir a página deles no Facebook e acompanhar.

📌 Estreia Oficial do Projeto Leão Conquistador 
📍 Praça da Várzea (Pinto Dâmaso), Várzea, Recife – PE
📅 23 de setembro
⏰ 15h
💰 Evento gratuito